WEBMAIL

LINKS

ACESSO RÁPIDO

MENU

Funcaju presta homenagens a Marcelo Déda e a Aracaju

13/03/2017 - 17h48
clique para ampliarSilvio Santos, presidente da Funcaju. (Fotos: Edinah Mary)
clique para ampliar
clique para ampliar
clique para ampliar
clique para ampliar
As comemorações em torno do aniversário de nascimento de Marcelo Déda prosseguiram no último sábado, 11, com eventos em praça pública promovidos pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), com apoio do Instituto Marcelo Déda (IMD). O governador foi lembrado com a apresentação da Orquestra Jovem de Sergipe, uma exposição fotográfica da fotojornalista Janaína Santos e o lançamento do edital do Prêmio Marcelo Déda de Roteiro Audiovisual. A apresentação da orquestra ocorreu na praça General Valadão, em frente ao Centro Cultural de Aracaju, onde está a mostra ‘Semeando Sorrisos’.

As homenagens a Marcelo Déda, parte da programação em comemoração ao aniversário de Aracaju, foram abertas pelo presidente da Funcaju, Sílvio Santos, que destacou a trajetória de Déda como agente cultural, cineasta. “Ele foi protagonista junto com uma geração de jovens talentos, como Oliveira Júnior e Floriano Fonseca, que ousaram fazer cinema num período de muitas dificuldades, com o país comandado por uma ditadura militar. Hoje é o dia culminante numa agenda de homenagens a Marcelo Déda, que também fazem parte de uma programação do aniversário da nossa Aracaju”, disse Sílvio. Segundo ele, Marcelo Déda faria 57 anos se estivesse vivo.

 A vice-prefeita Eliane Aquino, ao lembrar do esposo Marcelo Déda, disse que a passagem dele pelo cinema foi marcante. “Era um jovem cheio de sonhos, de ideais, já subia em tablados para fazer discursos, era um líder nato. Era um daqueles líderes que Deus coloca na terra e diz: vai que você vai fazer a diferença. E ele fez”, comentou emocionada.

Eliane disse ainda que sempre que se referia a gestores e a políticos desejava que eles seguissem o exemplo de Marcelo Déda. “Quero que tenhamos homens públicos íntegros, honestos, éticos, que olhem para as pessoas não com um olhar de piedade, mas com um olhar de desenvolvimento. Que nós tenhamos muito mais ‘Marcelos Dédas’. Agradeço a Sílvio Santos por tudo que tem feito para homenagear Déda, que estará vivo sempre”, observou.    

Homenagens

Após a apresentação da Orquestra Jovem de Sergipe, que foi criada por Marcelo Déda, foi aberta a exposição de fotografia da fotojornalista Janaína Santos e lançado o Edital do Prêmio de curta metragem. O incentivo aos jovens cineastas de Sergipe, que leva o nome de Déda, vai premiar três roteiros selecionados com o valor de R$ 2 mil para cada.

 “Vamos também fazer com que esses roteiros passem por um aprimoramento, mostrar a um roteirista profissional para circular nacionalmente. A ideia é que esse seja o primeiro prêmio e que a gente consiga materializar a imagem de Déda nestas questões que são simbólicas e que tem um profundo apego no que diz respeito a nossa memória”, disse a coordenadora do Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira (NPD), Carolina Westrup. O edital será publicado no site da Funcaju a partir do dia 13 de março com todas as informações. O prazo para as inscrições será de 30 dias. No dia 2 de maio serão anunciados os três vencedores.

Twittar Curtir
TAMANHO DA FONTE A+ A-
Prefeitura Municipal de Aracaju
Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos Rua Frei Luís Canelo de Noronha, 42 - Conj. Costa e Silva - CEP 49097-270
Aracaju, Sergipe - Brasil - Fone: (79) 4009-7800

Swapi Agência Digital