WEBMAIL

LINKS

ACESSO RÁPIDO

MENU

Mostra ‘Cinema e Diversidade LGBT’ atrai grande público ao Centro Cultural de Aracaju

17/05/2017 - 21h39
clique para ampliarPúblico lotou a sala de exibição Walmir Almeida (Fotos: Edinah Mary)
clique para ampliar
clique para ampliarA coordenadora do NPD, Carolina Westrup, destacou a importância da produção audiovisual em combate aos problemas sociais
clique para ampliarFernanda Sthefany, integrante do Levante Popular da Juventude e da Family LGBT
clique para ampliarWesley Chaves
clique para ampliarPaulo Victor

Incluída na 1ª Semana Municipal de Cidadania LGBT de Aracaju, a Mostra Cinema e Diversidade LGBT reuniu um público numeroso nesta quarta-feira, 17, à noite, no Centro Cultural de Aracaju. O evento, realizado pela Funcaju, através do Núcleo de Produção Digital, contou com a exibição de documentários e apresentações artísticas.

“O audiovisual é sempre um grande elemento de reflexão sobre as questões sociais e, no Dia Internacional da Luta Contra a Homofobia, fazer uma mostra discutindo e refletindo isso é importante porque colocamos em uma linguagem universal, que é o audiovisual. Temos no Brasil um índice muito grande de violência contra o público LGBT e esse é um tema que precisamos abordar enquanto cultura, temos que refletir esta questão”, destacou Carolina Westrup, diretora do Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira.


Foram exibidos os filmes ‘Madona e a Cidade Paraíso’, com direção de André Aragão, ‘De que lado me olhas’, com direção de Ana Carolina Azevedo e Elena Sassi, e a ‘A vida que não cabe’, com direção de Baruc Carvalho Martins. O diretor de Direitos Humanos da Semasc, Paulo Victor, ficou bastante satisfeito com o resultado da mostra e elogiou o apoio da Funcaju para que a Semana Municipal de Cidadania LGBT acontecesse.

“Por ocasião do dia 17 de maio, que é o dia de enfrentamento à LGTBfobia, nós articulamos atividades buscando envolver o máximo de órgãos públicos, e  a Funcaju de imediato acolheu a proposta e chegamos a esta iniciativa da mostra com filmes, que discute a questão da diversidade, identidade de gênero,  orientação sexual e os direitos da cidadania LGBT de um modo geral. Foi uma mostra muito bacana e nada melhor do que encerrar toda esta reflexão com a questão cultural. Um espaço para discutir qual o papel da cultura de um modo geral para garantir os direitos da população LGBT”, afirmou Paulo Victor.

O curta ‘De que lado me olhas’ foi cedido pela Mostra de Direitos Humanos, que também possui como uma das temáticas a causa LGBT. “O papel é reforçar de maneira audiovisual o compromisso do Ministério na difusão de todo esse conteúdo para que a gente consiga um acesso de maneira muito mais heterogênea e que todos possam ter o conhecimento utilizando esta ferramenta. Entendendo que não existe separação e essa é a missão principal”, considerou Wesley Chaves, representante do Ministério de Direitos Humanos.

Fernanda Sthefany, integrante do Levante Popular da Juventude e da Family LGBT, reforçou que a luta a favor dos direitos e contra a violência LGBT tem que continuar. “A 1ª Semana Municipal de Cidadania LGBT é apenas o começo. Nossa luta não iniciou ontem e não vai acabar amanhã. Isso não termina aqui, a luta contra essa violência e a favor dos nossos direitos tem que ser todos os dias”.

Após a exibição dos curtas na Sala de Exibição Walmir Almeida, a programação contou com o pocket show da banda Samba de Salto na praça General Valadão, onde o público pode confraternizar e aproveitar a culinária variada dos food trucks.

Twittar Curtir
TAMANHO DA FONTE A+ A-
Prefeitura Municipal de Aracaju
Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos Rua Frei Luís Canelo de Noronha, 42 - Conj. Costa e Silva - CEP 49097-270
Aracaju, Sergipe - Brasil - Fone: (79) 4009-7800

Swapi Agência Digital