WEBMAIL

LINKS

ACESSO RÁPIDO

MENU

Parceria entre Assistência e Saúde promove qualidade de vida aos usuários do Centro Dia

10/11/2017 - 10h48
clique para ampliarFotos: Danillo França
clique para ampliar
clique para ampliarEliane Aquino, vice-prefeita e secretária da Assistência Social
clique para ampliarLidiane Vieira Barbosa, coordenadora do Centro-Dia
clique para ampliarMurillo Oliveira, coordenador de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência

A qualificação dos serviços e a ampliação do acesso às ações realizadas pela Secretaria Municipal da Assistência Social tem sido uma meta perseguida pela pasta. Uma das estratégias utilizadas tem sido a construção de ações desenvolvidas de modo intersetorial.

Um exemplo destas parcerias é o trabalho em conjunto com a Secretaria Municipal da Saúde, que possibilita atendimentos médicos aos usuários do Centro Dia, unidade da Assistência voltado para o cuidado das pessoas com deficiência.

Mensalmente, uma equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) vai até a unidade da Assistência para realizar consultas clínicas. Por meio dessa periodicidade e de testes realizados, encontrou-se o dado de que 70% do público é hipertenso ou tem diabetes e não passava por tratamento. A partir da parceria firmada com a Saúde, esse público passou a ter acompanhamento e orientações quanto aos cuidados necessários à promoção da saúde.

A vice-prefeita e secretária Eliane Aquino acredita que o trabalho em conjunto é muito importante para o andamento da administração pública. "Creio muito em uma gestão de mãos dadas com os setores afins porque assim nós podemos ampliar os resultados alcançados, evitar a duplicação de esforços e reduzir custos. Todos trabalhamos em prol da população, então, é importante que saibamos sair de nossas caixinhas e ampliar nosso olhar para a criação de estratégias que tornem nosso trabalho mais efetivo".

De acordo com o coordenador de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência da Secretaria da Assistência, Murillo Oliveira, essa articulação desburocratiza os processos e torna o atendimento às pessoas com deficiência mais rápido. "O trabalho intersetorial é primordial para atingirmos as necessidades das pessoas com deficiência porque elas não têm suas necessidades supridas apenas com a política pública de um setor, precisamos agir no mínimo com o tripé da Assistência, Saúde e Educação. E o trabalho dos Direitos Humanos nesse caso é o de justamente construir essa ponte. Detectamos quais atores são necessários para que a atividade seja realizada, entramos em contato e fazemos a intermediação. Sabemos que uma pessoa com deficiência que é dependente pode ter alguns obstáculos para acessar uma Unidade de Saúde da Família, por exemplo, por isso esse atendimento personalizado no Centro Dia é tão importante".

Lidiane Vieira Barbosa coordena o Centro Dia e pôde perceber a melhora não só na saúde física dos usuários da unidade, mas também psicologicamente. "A equipe da saúde não traz apenas um atendimento clínico, mas também participam do encontro das famílias com atividades relaxantes e que promovem a descontração e interação entre as pessoas com deficiência e seus cuidadores", afirma Lidiane. 

Lidiane ainda explica que através da visita da equipe médica regular é possível um acompanhamento mais próximo de cada caso. "A equipe do Nasf está aqui no equipamento com frequência é possível que eles percebam a evolução do quadro de cada paciente. Eles sabem quais as pessoas que já foram atendidas e qual os próximos encaminhamentos a serem adotados".

Clesimary Evangelista Molina Martins é coordenadora do Nasf e entende que o trabalho em equipe é muito importante para a saúde dos pacientes. "A boa comunicação, o atendimento de forma integral, a troca de experiências, autonomia dos profissionais, as especialidades de cada um e a multidisciplinaridade fazem com que tenhamos um leque para lançarmos māo de boas estratégias de açāo para um melhor atendimento do usuário e promoção de sua melhor qualidade de vida.

Clessimary ainda explica sobre o processo de matriciamento, que é desenvolvido a partir de atividades integradas. "Os Núcleos de Apoio à Saúde da Família com a possibilidade de diferentes categorias profissionais integradas, desenvolvem um processo de trabalho diferenciado de matriciamento, que é um novo modo de produzir saúde em que duas ou mais equipes, num processo de construção compartilhada, criam uma proposta de intervenção pedagógico-terapêutica. Deste modo, a interlocução dos profissionais, setores, serviços e secretarias afins possibilita benefícios à saúde da toda população".

Franciele Santos tem 25 anos, é deficiente intelectual e frequenta o Centro dia desde 2016. Ela comenta que fica bastante satisfeita quando recebe a equipe médica e que já realizou exames encaminhados pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde. "É muito bom porque é difícil chegar no posto de saúde e ficar esperando. Aqui eu consigo ser atendida mais rápido e é muito melhor".

Twittar Curtir
TAMANHO DA FONTE A+ A-
Prefeitura Municipal de Aracaju
Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos Rua Frei Luís Canelo de Noronha, 42 - Conj. Costa e Silva - CEP 49097-270
Aracaju, Sergipe - Brasil - Fone: (79) 4009-7800

Swapi Agência Digital